quinta-feira, 29 de abril de 2010

Cenas de cinema

O que rola em Tribeca 1
Está rolando em Nova Iorque, o badalado festival de Tribeca, criação do nova-iorquino por excelência Robert De Niro. Muita gente bonita compareceu nessa semana no festival da big apple, mas quem não deve ter gostado muito da recepção foi a atriz Renée Zelwegger. Seu mais recente filme, My own love song, que debutou no festival, recebeu críticas negativas. A Vanity Fair foi especialmente virulenta: “Não dá para aguentar o filme!”, vaticinou a revista.


Renée faz cara de quem comeu e não gostou: não gostaram do filme dela...


O que rola em Tribeca 2
Um dos filmes que mais atraiu presenças ilustres no festival até agora foi Monogamy. A fita que mostra um fotógrafo do Brooklyn que é contratado por uma mulher endinheirada para tirar fotos anônimas dela, levou gente como Liev Schreiber e a mulher Naomi Watts, Chris Pine e Zack Quinto para a premiere. O filme deve chegar no mercado americano em setembro.
Outro filme que deu o que falar em Tribeca foi o brasileiro Elvis & Madonna. O drama mostra a relação de uma lésbica de classe média com um travesti que se prostitui. A Vanity fair escreveu: “Apesar de costurar clichês, o filme envolve pela força das interpretações”. É para ficar de olho.

Os trekkers Chris Pine e Zack Quinto mostram estilo na premiere de Monogamy; enquanto que Liev Schreiber, que estrela Every day -também em exibição no festival - levou a mulher para ver o filme de título gugestivo


O que rola em Tribeca 3
Nova Iorque prestigia os seus. Edward Burns, outro notório nova-iorquino, também estreou seu mais recente filme, Nice guy Johnny, no festival. Dirigido e protagonizado por Burns, o filme mostra um sujeito que tenta agradar a todas as pessoas de quem gosta. Por sua noiva, ele está disposto a largar seu trabalho dos sonhos por um que a satisfaça. Até que nesse momento de vulnerabilidade, ele conhece uma garota que vai fazê-lo repensar suas prioridades. A comédia romântica de Burns, que faz comédias tipicamente nova-iorquinas, agradou ao público do festival.

Edward Burns na pré-estréia de seu filme no festival de tribeca

O letreiro fica!
Há cerca de um mês, você ficou sabendo, aqui em Claquete, que um dos maiores símbolos de Hollywood estava a perigo. Um empreendimento imobiliário ameaçava o famoso letreiro localizado ao norte de Los Angeles. O governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger anunciou esta semana que o fundo financeiro criado para impedir a venda do terreno que abriga o letreiro, conseguiu o valor necessário para manter as coisas como estão. A doação mais generosa dos cerca de U$ 15 milhões arrecadados foi do criador e proprietário da Playboy. O milionário Hugh Hefner desembolsou U$ 950 mil para poder continuar olhando para esse símbolo da cidade.

Perdeu o marido, adote um bebê!
Tudo bem! O título é sensacionalista. Mas não há como negar que o anúncio de Sandra Bullock, que ganhou capa esta semana em várias publicações americanas, não tenha um q de sensacionalismo. Depois de se ver ás voltas com uma crise conjugal que foi parar nas bancas de jornais, a estrela revelou o filho que acabou de adotar. Louis Bardo Bullock, nascido em Nova Orleans, já morava com Sandra desde janeiro em caráter de experiência. O processo de adoção deve ser finalizado nas próximas semanas. A adoção, a principio, seria uma ação do casal (Bullock e o marido James), mas com a iminente separação a estrela anunciou a People: “Serei a mãe solteira mais feliz do mundo”. No que Jesse James reagiu na US Weekly: “Estou arrasado!” As celebridades tem um jeito todo especial de se vingar.


Não é para levar a sério!
E a People ainda não divulgou sua lista dos homens mais sexies do mundo. Essa lista só deve sair no final do ano. Mas uma muito parecida deve pintar em maio, no inicio do verão americano. Intitulada como “As pessoas mais bonitas do mundo”. Essa, certamente, é uma lista interessante de se ver. Mas basta uma rápida espiada em alguns nomes que a publicação já adiantou, para esse interesse diminuir. Nomes como Kristen Stewart, Justin Bieber e Ashley Greene figuram nas primeira posições. Ainda bem que os bispos de sempre, como Angelina Jolie, George Clooney e Julia Roberts estão lá para salvar o dia.


Pois é! George Clooney está atrás de Justin Bieber na lista da People...

8 comentários:

  1. A Renée Zellweger sempre faz cara de quem comeu e não gostou. Pena que não será dessa vez que ela volta com um bom filme.

    Tive chance de conferir parte da lista dos Mais Bonitos do Mundo de acordo com a People Magazine e, como sempre, a lista deles é totalmente marketeira. Só colocam que tem alguma coisa saindo ou quem tá fazendo sucesso.

    ResponderExcluir
  2. Renée Zellweger está enfiando a sua carreira no bueiro, depois de "Caso 39", ela vem com mais um fiasco ? Na onde ela vai parar desse jeito ?!
    Acho que tanto botóx não está fazendo bem a ela...mas gosto dela.
    Essas listas dos 'mais bonitos do mundo' são apenas um meio bom de vender revista, apenas.
    Que bom que a Sandra, resolveu enfim ser mãe. Que ela seja feliz, gosto dela !

    ResponderExcluir
  3. Ka: Pois é Ka, é aquela coisa que falávamos sobre ela né...
    Todo mundo sabe que os critérios para essas listas são esses, mas algumas vezes eles forçam demais. E esse ano, parece que isso aconteceu né?! Sério, Justin Bieber é um pouquinho demais né?! rsrs

    Alan: Acredito que a carreira de Renée está exatamente onde ela queria. Concordo que ela gostaria de emplacar sucessos de critica, mas foi a linha que ela escolheu seguir. Me diga qual foi o último filme de Jackie Chan que teve sucesso de crítica? É bem por aí...

    Tudo que acontece em Hollywood é um jeito de vender revista meu velho. Quando vc põe um monte de gente bonita, é um meio de vender muito mais revista. rsrs

    Sinceramente, acho uma palhaçada essa onda de celebridades adotando bebÊs. Por questão de princípios, não poderia achar diferente em relação a esse caso em particular...
    ABS

    ResponderExcluir
  4. Oi Rei,passando pra conferir seu blog e dizer
    que eu te adoro,acho vc demais,mesmo não te conhecendo muito bem,vc é fantástico desde os posts até os comentários.
    Muito obrigada pelas palavras tão gentis,sempre.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  5. Nunca gostei e nunca fui adepto de Renée. Sempre acho que ela interpreta ela mesma - por sinal, sua melhor atuação, não que seja perfeita, foi a premiada com o oscar de coadjuvante em Cold Mountain.

    Eu acho a voz dela irritante, os trejeitos e composição.

    Em Chicago mesmo ela foi a menos interessante ali.

    Caso 39 é amplamente tosco! Coitada, se continuar assim...

    ResponderExcluir
  6. Adorei o Em algum lugar do passado no topo!
    meu filme marcante pra toda vida, rs

    ResponderExcluir
  7. Cabaretcinefilo: Com todo o respeito, discordo de vc. Acho ela muito boa atriz. Escolhas equivocadas não anulam o talento. Ou então o que teria acontecido com Robert De Niro depois de Alceu e dentinho?
    ABS

    Pat: Que isso Pat. Obrigado a vc que veio aqui iluminar o meu blog e me dizer essas coisas tão gostosas de seu ouvir. Tb te adoro(que intensidade né?!), assim como adoro o teu blog. O que posso dizer, me cativaste!
    Bjs

    Cristiano:Acho Renée muito boa atriz. Está fantástica em filmes como O diário de Bridget Jones, em que convence como britânica mesmo sendo americana, Amor verdadeiro, Chicago e em outros filmes.
    Ela optou pela via fácil da carreira. Não concordo com suas escolhas, mas não creio que ela tenha diminuído como atriz. Talvez tenha perdido o prestígio, que no final das contas é o que importa, como demonstra esse tópico de comentários. Quanto a voz e os trejeitos, entendo seu ponto de vista, mas muitos atores carregam essa bagagem. Sean Penn, Jack Nicholson, Russel Crowe e até mesmo Robert Pattinson, que eu sei que vc gosta, para citar alguns. Acho que sua antipatia para com ela é mais uma questão de não ir com o santo mesmo.

    E obrigado pelo elogioso comentário quanto a foto da home. Tb é um de meus filme preferidos.
    ABS

    ResponderExcluir