terça-feira, 16 de agosto de 2011

Perfil - Jason Sudeikis

Talento para a coisa


Nascido em 18 de setembro de 1975 em Fairfax na Virgina, no oeste americano, Daniel Jason Sudeikis sabia que o humor estava em seu DNA. Na escola Shawnee Mission West High School, em que também estudou Paul Rudd, organizava festivais de humor em que sempre se destacava pelo espírito zombateiro. Sudeikis deu sequência a sua busca por um lugar ao sol no humor americano em Las Vegas onde frequentou trupes de humor que se apresentavam em casas noturnas da cidade. Foi em um desses espetáculos que um olheiro do Saturday Night Live lhe abordou e Daniel abandonou esse primeiro nome e passou a assinar artisticamente como Jason Sudeikis. Desde 2003 no ar no SNL, Sudeikis também colabora com os textos do programa, o comediante vem ganhando espaço no cinema. Assim como outras figuras como Eddie Murphy, Adam Sandler e Will Ferrel projetadas no mais longevo programa de humor da tv americana, Sudeikis tenta se viabilizar como astro de cinema.
Sua primeira aparição em um lançamento de grandes proporções foi em Jogo de amor em Las Vegas (2008), em que fazia um dos amigos idiotas de Ahston Kutcher. E Sudeikis provou saber fazer um idiota tão bem que foi chamado para viver outros em comédias românticas de tom similares. Em Caçador de recompensas (2010) e Amor à distância (2010), Sudeikis já contou com mais tempo em tela para demonstrar todo o seu talento em ser repugnante. Mas o ator deixou transparecer nesses três trabalhos, uma profunda capacidade de promover empatia com o público e um talento visceral para a comédia física. E desde que o canadense Jim Carrey surgiu, nenhum outro comediante conseguiu fazer da cara de tacho algo genuinamente engraçado – que Ben Stiller nos perdoe.

Roupa de gala: Sudeikis foi o host do MTV Movie Awards em 2011

Talvez tenha sido isso que motivou os irmãos Farrelly a escalarem Sudeikis como protagonista, ao lado de Owen Wilson, de sua nova comédia. Em Passe livre (2011), ele faz um sujeito casado vidrado em qualquer rabo de saia. É ele o fiador da comédia no filme dos Farrelly que, não à toa, escreveram as melhores piadas para seu personagem.
O potencial de Sudeikis pode ser observado pelo crescente número de produções para o cinema que estrela. Em 2011, além de Passe livre, o ator lança Quero matar meu chefe – em cartaz nos cinemas – e A good old fashioned orgy. Dois filmes que assumem seu viés sarrista e fazem do sexo uma matéria prima do humor. E é Sudeikis quem põe a cara a tapa nesse aspecto. Há quem possa se surpreender com o tipo pegador que ele faz em Quero matar meu chefe (ele é o único dos três principais personagens que, de fato, transa; e as conquistas são Jennifer Aniston e Julie Bowen), mas isso é, na verdade, um decalque do Jason de fora das telas. Após o divórcio de Kay Cannon, concluído em março do ano passado, Jason engatou um romance com a loira January Jones (de Mad men e X-men: primeira classe) que já se dissolveu em janeiro desse ano. Os amigos atestam que Jason não tem o que reclamar quando o assunto é mulher. Sudeikis veio mesmo para conquistar Hollywood.

5 comentários:

  1. Curioso e interessante saber sobre um certo Jason Sudeikis, sabia pouco do cara, vagamente. Não presto atenção em comédias do tipo que ele atua. Não vi "Passe Livre" e não sabia da importância de Sudeikis. Na verdade eu fugi do filme pq nao simpatizo com Owen Wilson (recentemente só vi ele mesmo Meia Noite em Paris).

    Boa essa coluna. Seria bacana um perfil de Michael Fassbender. Mudando de gênero.

    Abs.
    Rodrigo

    ResponderExcluir
  2. Bom comediante, me fez rir muito em Passe Livre.

    http://cinelupinha.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. O Jason Sudeikis é um dos grandes talentos do elenco atual do SNL. Além de ser boa pinta (rsrsrsrs), é um ótimo comediante e tem obtido espaço, não só na TV (como comprova a participação dele em "30 Rock"), como também no cinema, onde ele está galgando, cada vez mais, degraus mais altos.

    Bela homenagem a sua, a ele.

    ResponderExcluir
  4. Um cara promissor no quesito comédia, especialmente a incorreta. Gostei bastante dele em "Quero Matar Meu Chefe". Belo post, disse tudo o que eu não sabia sobre o Jason.

    Beijos! ;)

    ResponderExcluir
  5. Rodrigo Mendes: Vc e essa perseguição (invertida) ao Owen Wilson... rsrs

    Pois é, a seção Perfil é uma das mais antigas do blog. Primeiro foi editada quinzenalmente, depois mensalmente e agora não tem periodicidade definida, mas sempre aparece. Já passaram por aqui gente como Fernando meirelles, Philip Seymour Hoffman, Tim Roth, Pedro Almodóvar, Russel Crowe, Jane Campion, Sharon Stone entre outros. Fassabender teve uma intro em uma seção Em off do início do ano, mais um tempinho e ele ganha um perfil sim.
    Abs

    Rafael W: Ele sabe fazer rir, não é mesmo?!
    Abs

    Kamila: Como assim boa pinta? rsrs.
    Bjs

    Mayara: Que bom que gostou. Fiquei feliz de te apresentá-lo melhor.
    Bjs

    ResponderExcluir