segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Semana Philip Seymour Hoffman em Claquete


O mundo foi pego de surpresa pela morte de um verdadeiro gênio do cinema. Philip Seymour Hoffman foi encontrado morto em seu apartamento em Nova Iorque no último domingo (02). Ele parte aos 46 anos e deixa, além da viúva, a estilista Mimi O´Donnell, três filhos ainda na infância.
Ator de talento incomensurável, Hoffman vinha lutando contra um vício nefasto em heroína. Em 2006, havia admitido ser viciado “em qualquer coisa” em entrevista ao programa 60 minutes. À época, no entanto, declarava sobriedade. No primeiro semestre do ano passado, internou-se em uma clínica de reabilitação e ao término do programa, declarou novamente estar sóbrio.
Em janeiro deste ano, compareceu ao festival de Sundance onde estreou dois filmes. A most wanted man e God´s pocket. Além da participação nas sequências da franquia Jogos vorazes, Hoffman deixa inconcluída sua participação na série Happyish do canal americano Showtime.
Em homenagem a esse titã do cinema, que se foi de maneira tão trágica quanto precoce, Claquete pausa sua cobertura natural do cotidiano do cinema e antecipa uma novidade do mês de março: ciclos dedicados a artistas que fazem o cinema. Esta é a primeira, e infelizmente triste, postagem da Semana Philip Seymour Hoffman em Claquete.
A carreira e a trajetória do astro ocuparão a agenda do blog nos próximos dias. Além das postagens que se seguirão nos próximos sete dias, Hoffman será para sempre lembrado no blog. Se o cinema tange humanidade, é graças a figuras como Hoffman. Esse cinema, humanizado, verte lágrimas pela partida de um de seus mais talentosos artesãos.

A consagração no Oscar

2 comentários:

  1. Philip Seymour Hoffman era um ator de pura virtuose, como comprova as suas grandes e memoráveis personagens e performances. Ele ainda tinha tanto para oferecer. Uma pena que seja mais uma vítima das drogas. Que ele descanse em paz e encontre a paz e o conforto necessário no mundo espiritual. Ele precisará de nossas preces e pensamentos positivos.

    ResponderExcluir
  2. Uma pena mesmo. Que ele descanse em paz!
    Bjs

    ResponderExcluir